Marque sua Consulta

NEWS

Trombose Venosa Profunda

A Trombose Venosa Profunda (TVP) é uma doença causada pela coagulação do sangue no interior das veias – vasos sanguíneos que levam o sangue de volta ao coração. As veias mais comumente acometidas são as dos membros inferiores (90% dos casos). Os sintomas mais comuns são inchaço e dor.

São condições predisponentes para o desenvolvimento da trombose venosa: uso de anticoncepcionais, tratamento de reposição hormonal, tabagismo, presença de varizes, insuficiência cardíaca, tumores malignos, obesidade, história prévia de trombose venosa, anormalidades genéticas do sistema de coagulação e a idade avançada.

Algumas situações favorecem o desencadeamento da trombose, são elas: cirurgias de médio e grande portes, infecções graves, traumatismos, a fase final da gestação e o período pós-parto.
Qualquer situação em que seja necessário permanecer imobilizado por tempo prolongado, como viagens aéreas, paralisias e infarto, também elevam o risco de trombose.

A TVP pode ser de extrema gravidade na fase aguda, causando embolias pulmonares, algumas vezes fatais. A embolia pulmonar é causada pela fragmentação dos coágulos e migração destes até os pulmões, obstruindo as artérias pulmonares e gerando graves problemas cardíacos e pulmonares.

Na fase crônica, após dois a quatro anos, os principais problemas são causados pela inflamação da parede das veias que, ao cicatrizarem, podem levar a um funcionamento deficiente destes vasos sanguíneos.

A chamada síndrome pós-trombótica é o conjunto das manifestações que podem ocorrem após um episódio de trombose. São elas: inchaço das pernas, grandes varizes, pigmentação escura da pele e úlceras. Estas complicações levam a imensos problemas sócio-econômicos por serem de tratamento prolongado e de difícil controle.

O diagnóstico é suspeitado após uma avaliação clínica onde se observam sinais e sintomas como dor e edema (inchaço) de início súbito. A presença de trombose deverá ser confirmada pelo exame de Duplex Scan, no qual será avaliada também a extensão da trombose.

O tratamento é feito com substâncias anticoagulantes que impedem a progressão do trombo, substâncias fibrinolíticas que destroem o trombo e, mais modernamente, os novos anticoagulantes orais. Esses novos medicamentos permitem que, em casos selecionadas, o tratamento da TVP possa ser feito na própria residência. O tratamento mais adequado para cada paciente deverá ser avaliado pelo médico angiologista ou cirurgião vascular.

Fonte: Reprodução parcial de publicação da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBAVC)

Faça-nos uma visita! Venha conhecer a nossa estrutura e atendimento. Será um prazer recebê-lo
Rua Pernambuco, 353 - Sala 1103
Funcionários
Belo Horizonte - MG
(031) 3267-4138
(031) 97147-4138
contato@angiologie.com.br
Agende a sua visita

©2019 - Todos os direitos reservados a Angiologie